Penso em ti como quem tem pena

AInda dou por mim a pensar em ti
Ainda dou por mim a pensar em ti. Não de forma profunda, nostálgica ou sentimental, de facto penso em ti de uma forma bem suave, solta. Penso em ti como quem tem pena. Se há coisa que aprendi com o tempo (e com alguma pesquisa), é que a linguagem corporal não mente. Tudo o resto podem perfeitamente ser puras ilusões, talvez não intencionais, simplesmente existem várias formas de interpretar os mesmos sinais. Não digo que seja mau, porque por vezes até nem é, mas eu prefiro ter os pés bem assentes na terra e saber o chão que piso. Infelizmente, o chão que pisas já não sou eu. Ou devo dizer felizmente? Devo Continuar a ler

Sorrir…sempre

FS35-01

não deixes de te importar. não encolhas os ombros a ti mesma. não deixes de te dar valor. não te afastes de ti. não desistas de ti ao ponto de sentires saudades de quem eras, de quem {verdadeiramente} és.

não adiar dar as mãos a quem se ama. não adiar mais aquele telefonema que estamos há que tempos para fazer a uma pessoa de que gostamos. não adiar o momento de dizer alguém que o amor começou ou acabou.

não adiar o amor, uma reconciliação ou uma declaração.
não adiar um gesto que seja bom. não adiar o viver a vida o melhor que se puder.